Trilha Sonora



Nas tiras por diversas vezes são utilizadas músicas ou poemas, sendo que o artista mais citado até agora é Jayme Caetano Braun. Confira o levantamento:


Poemas diversos de Jayme Caetano Braun – tiras 27, 46, 137, 231, 261, 356, 420, 485, 496, 510 e 514.

Timbre de Galo – Apparicio Silva Rillo e Pedro Ortaça (tira 8)

Fim de Ano – Irmãos Vitale (tira 15)

Origens – Os Fagundes (tira 17)

Tordilho Negro – Teixeirinha (tira 29)

Seiva de Vida e Paz – Silvio Genro (tira 42)

Negrinho do Pastoreio – Zeca Blau (tira 63)

Diálogo (Negrinho do Pastoreio) – J. P. Barcellos Penna (tira 63)

Ilegal, Imoral ou Engorda – Roberto Carlos/Erasmo Carlos (tira 75)

Nosso Amor Terminou – Vanderlei Rodrigo (tira 83)

Como é Que tô Nesse Corpo – Mano Lima (tira 120)

Esquilador – Telmo de Lima Freitas (tira 133)

Cancioneiro de Trovas – Hugo Ramírez (tira 139)

Pezinho – Barbosa Lessa/Paixão Côrtes (tira 140)

Querência Amada – Teixeirinha (tira 144)

Baile da Mariquinha – Os Serranos (tira 150 e 357)

A Revolução dos Bichos – George Orwell (tira 185)

Nheco Vari, Nheco Fum – Gaúcho da Fronteira (tira 186)

Coração de Luto – Teixeirinha (tira 232)

Morocha – Mauro Ferreira/Roberto M. Ferreira (tira 274)

Negro da Gaita – G. Carvalho/A. Pimentel (tira 275)

Gaita da Bossoroca – Iedo Silva (tira 276)

Balanceando a Rouquidão – Velho Milongueiro (tira 276)

Canto dos Livres – Cenair Maicá (tira 283)

Porfia – do livro Chunin, de Quirino Pereira (tiras 287 e 304)

Balaio - Barbosa Lessa/Paixão Côrtes (tira 364)

Martin Fierro – José Hernández (tira 369)

Morena Rosa – Telmo de Lima Freitas (tira 378)

Tertúlia – Leonardo (tira 383)

Rosa que Roda – José Hilário Retamozo (tira 459)

Vire o Mate – Manolo (tira 461)

A la pucha tchê, não se assustemo (não descobri o autor ainda) – (tira 463)

Romance do Pala Velho – Noel Guarany (tiras 468 a 473 – essa é a única música até agora que foi desenhada inteira, em 6 tiras)

Palanque Humano – Mano Lima (tira 480)

Veterano – Antonio Augusto e Ewerton Ferreira (tira 483)

Tando Mais ou Menos – Doné Teixeira (tira 487)

Doce Amargo do Amor – Leonardo (tira 489)


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

É Dura A Vida No Campo por Sávio Moura © 2020 por Belle Castro Design